Priscila Leonel

Desenvolveu nos últimos anos um olhar atento às histórias e narrativas ligadas à sua ascendência afro indígena , que resgata para dialogar com sua produção, de forma transcendente. Inserindo em seu trabalho, a memória e a ancestralidade, que traz na pele, assim, ela inventa e modela formas e texturas que se refletem na qualidade estéticas de suas criações. 

A artista vive em Sorocaba, em uma bela casinha antiga, onde trabalha em seu ateliê, espaço chamado:  Ateliê Sexta-feira.

Graduada em Artes Visuais pela Universidade Estadual Paulista, onde também desenvolveu seu mestrado na linha de Mediação Cultural e hoje é doutoranda em Processos Artísticos da Cerâmica, na mesma Universidade.

No ano, 2019 foi professora de CERÂMICA e GRAVURA, no curso de Artes Visuais da UNESP, em Bauru.

No ano de 2018 lançou seu livro pela editora UNESP: Um encontro com a Mediação Cultural  - 40 Museus em 40 Semanas, que foi premiado como a melhor dissertação  de mestrado de 2017. Já participou de várias exposições coletivas em Museus e Galerias por todo Brasil. 

 

Seu trabalho se dá principalmente na cerâmica, onde  encontrou sua força mais expressiva. Cria diálogos com outros suportes,  envolvendo à produção de escultura e instalações híbridas. A fotografia tem sido uma grande paixão e tem sido uma atividades que desenvolve diariamente.

A artista explora jogos de cores com baixo contraste, sobretudo cores em tonalidade pastel, a marca do toque das mãos na obra, com uma força pueril e visceral, apresentando seu repertório pessoal e cultural.  

© 2020 por Priscila Leonel